Doenças Respiratórias: cuidados a serem realizados.

clinicentro

Doenças Respiratórias: cuidados a serem realizados.

A chegada do inverno traz consigo uma maior incidência de doenças respiratórias. Isso porque o tempo frio facilita com que os vírus que comprometem as vias aéreas se reproduzam, conforme o pneumologista Dr. Elias Figueroa Rodrigues Berneira. Segundo o médico, inclusive, há enfermidades típicas dos dias mais gelados, e outras dos períodos de transição de temperatura. Entre as doenças mais comuns estão: rinite, resfriados, sinusite, amigdalites, pneumonias virais e bacterianas, asma e bronquite.

Com a pandemia do COVID-19, que assusta o planeta, é preciso redobrar a atenção com esse tipo de problema. E o que fazer para se prevenir? O pneumologista dá algumas dicas:

Os cuidados são os mesmos, para todo mundo, independentemente da idade, faixa social, peso. É importante cuidar da saúde de modo geral. Se alimentar bem, praticar algum tipo de atividade física – que agora em tempos de pandemia não se recomenda que se faça ao ar livre, não se quer academias abertas. Mas é uma opção atividades dentro de casa, algum tipo de exercício, se alimentar bem, fazer comida, evitar as comidas processadas e com conservantes, beber bastante água. Se estiver frio utilizar agasalhos o suficiente, se tiver calor utilizar menos roupas. Não pegar chuva, e se pegar chuva, chegar em casa trocar as roupas imediatamente para não ficar com a roupa molhada, já que isso baixa a nossa imunidade. Todas essas coisas afetam a nossa imunidade e isso serve não só para as doenças respiratórias, serve para qualquer tipo de doença contagiosa. O nosso dever é cuidar da nossa saúde para manter a nossa imunidade em dia.

Segundo o Dr. Elias, só quem deve fazer um diagnóstico e receitar tratamento é o médico. O pneumologista enumera os sintomas que podem ser sinal que está na hora de visitar um profissional e afirma que o médico deve ser procurado sempre  que demonstrarem sintomas respiratórios que seriam: febre, tosse, falta de ar, cansaço excessivo, presença de secreção branca ou amarelada, catarro, desconforto na hora de dormir, chiado no peito. Todos esses são sintomas que o paciente percebe em casa e deve procurar o médico para receber orientação, que remédios deve tomar, e que outras medidas pode aplicar.

O médico também faz um apelo em tom de alerta: “estamos passando por um inverno muito difícil, em que a gente não tem só as doenças respiratórias que estamos normalmente acostumados, como as gripes, os resfriados, pneumonias, asma e rinite; estamos passando por uma infecção diferente que é o coronavírus. Então, vamos redobrar os cuidados, usar a máscara e muito álcool gel, evitar o contato e as aglomerações. Sei que todos nós estamos cansados de ficar só em casa o tempo todo, mas é importante. Quanto menos a gente fizer atividades desnecessárias, mais fácil e mais rápido vai ser para podermos retomar a nossa vida normalmente.”

Respire fundo, tome os cuidados indicados e vamos em frente.

Escrito por Giovana Dornelles.

Elias Figueroa Rodrigues Berneira – CRM 45251-RS

Podcast sobre Doenças Respiratórias realizada com o Dr. Elias Figueroa Rodrigues Berneira. Entrevista dada ao portal CABERGS.
#PraCegover

 

Comments are disabled.

Entre em contato conosco whatsapp